Dica: fique atento ao cabo de força dos equipamentos

POR REDAÇÃO HOME THEATER & CASA DIGITAL Durante a montagem de um home theater com amplificador (ou receiver) e subwoofer de alta potência, muitos nos perguntam se vale a pena investir em cabos de força de melhor construção, até pelas diferenças entre as tomadas no Brasil e plugues de cabos para outros países. O ideal é sempre dar preferência para a troca de um cabo de força com o plugue já compatível com o padrão brasileiro – e não pelo uso de adaptador.

Mas saiba que é possível encontrar facilmente no mercado – e a preços acessíveis -, inclusive com os pinos de padrão brasileiro produzidos por fabricantes nacionais. Mais importante é não adquirir um cabo subdimensionado (fino demais) com conectores facilmente oxidáveis.

Por exemplo: um cabo formado por condutores e terminais de cobre com bitola de 2mm2 x 3 e boa malha de blindagem, seguindo as normas NBR (14136) e IEC (60906-1), atenderá muito bem o consumo de corrente de um subwoofer em torno de 500W RMS em distâncias de até 5m entre a caixa e o condicionador de energia.

Lembre-se que cabos de força trazem melhoras muito sutis no sistema e estão longe de representar milagres. Uma instalação elétrica caprichada, incluindo fiação nova e disjuntores bem dimensionados, além de aterramento correto, todos alimentando de forma independente o sistema de A/V, fará com que o condicionador de energia exerça o melhor trabalho de filtragem da rede e proteção dos equipamentos.

E se quiser saber mais dicas de segurança sobre como proteger seus equipamentos contra problemas na rede elétrica, não deixe de ver a edição #249; baixe agora o app para ver em seu smartphone ou tablet, ou solicite um exemplar e receba em sua casa.

htbest