Especificações de fones de ouvido

Por Alexandre Algranti*As especificações técnicas de um fone de ouvido são indicativas do desempenho sonoro e se dividem em especificações objetivas, que podem ser medidas em laboratório; e subjetivas, que levam em conta todo o arsenal de sensações advindos da psicoacústica.

Especificações objetivas

  • Atenuação ativa: indica quanto os ruídos externos são abafados pelo circuito de cancelamento ativo de ruído do fone, um fator muito importante, por exemplo, para passageiros frequentes de trens e aeronaves; é expressa em dB SPL ou em %.
  • Atenuação passiva: indica quanto os ruídos externos são abafados pela cavidade do fone, um fator muito importante nas aplicações de alta fidelidade quanto na segurança de utilização em ambientes movimentados; é expressa em dB SPL.
  • Densidade de fluxo magnético: indica a intensidade do campo magnético do imã dos fones eletrodinâmico e planar magnético; é expressa em Teslas, em homenagem a Nikola Tesla, o Santo Padroeiro da Eletricidade; valores em torno de 1 Tesla indicam altos níveis de SPL máximo.
  • Diâmetro do falante: indica o comportamento relativo às baixas frequências; diâmetros largos estão associados a graves profundos e a altos níveis de SPL máximo; é expresso em milímetros (mm).
  • Distorção harmônica total: indica quanto o fone de ouvido distorce a reprodução sonora devido a suas limitações mecânicas e elétricas; quanto menor o valor, mais fiel será a reprodução; é expressa em %.
  • Impedância: indica a energia necessária para que o fone opere dentro da resposta de frequência e distorção harmônica total contempladas em seu projeto; valores até 32 ohms são mais adequados para uso com dispositivos portáteis; acima disso, indica uso com pré-amplificadores e DACs; é expressa em ohms (Ω) e medida na frequência de 1KHz.
  • Força de contato: indica a força exercida pelo fone na cabeça; quanto menor o valor, mais confortável o fone, principalmente durante períodos de uso prolongados; é expressa em Newtons (N).
  • Peso: outro indicativo de comforto, é expresso em gramas (g) e geralmente exclui o peso do cabo de interconexão.
  • Resposta de frequência: indica a faixa de frequências que o fone é capaz de reproduzir; quanto mais ampla a faixa, mais fiel será a reprodução; é expressa em um gráfico em dB por Hz dentre um intervalo de tolerância e referenciada a 1KHz.
  • Sensibilidade: indica a eficiência da transformação de energia elétrica em acústica; quanto mais alto o seu valor, mais alto o fone de ouvido irá reproduzir um dado sinal elétrico; é expressa em dB SPL/mW.
  • SPL máximo: indica a máxima intensidade de pressão sonora que um fone pode reproduzir dentro dos limites de resposta de frequência e distorção harmônica total; é expresso em dB SPL.

Especificações subjetivas

  • Assinatura sonora: descreve a resposta de frequências de modo geral.
  • Brilho: descreve boa resposta e reverberação das altas frequências.
  • Calor: descreve boa resposta e reverberação das baixas frequências.
  • Equilíbrio tonal: descreve a reprodução das diferentes frequências e faixas ao longo do espectro audível.
  • Maciez: descreve uma resposta de frequência plana, sem picos e vales.
  • Opacidade: descreve um equilíbrio tonal ruim.
  • Palco sonoro: descreve o realismo da reprodução quanto à disposição física das diversas fontes sonoras, primordialmente no plano horizontal.
  • Peso: descreve boa resposta e reverberação das baixas frequências.
  • Transiência: descreve a velocidade com que o fone de ouvido responde ao sinal de áudio, sendo superior nos fones eletroestáticos quando comparados aos eletrodinâmicos e planar magnéticos.
  • Transparência: descreve um bom equilíbrio tonal.

*Alexandre Algranti continua na busca do fone de ouvido perfeito. Porém, espera nunca encontrá-lo…

htbest