Teste: amplificador Frahm de 480W para quatro ambientes

A Frahm, empresa fundada em 1961 na cidade de Rio Sul (SC), é conhecida por seus amplificadores e caixas acústicas para sonorização em espaços comerciais e corporativos. Na verdade, uma variada linha de produtos que permitem criar sistemas multizonas interligando dezenas de caixas, aliado a um esquema de conexão e de operação extremamente simples.

O modelo Slim 4500 recebido por nossa equipe é um compacto amplificador para quatro ambientes, com amplificador multicanal Classe D de 480W (120W por zona), a 4 ohms, podendo dar conta de médios e grandes espaços. A linha Slim detém outros 12 amplificadores; alguns possibilitam o uso de até 80 caixas, enquanto o 4500 tem limite de 60!

O aparelho tem menos de 6cm de altura e pode ser instalado facilmente em um rack, balcão ou suporte de parede. O painel frontal lembra um amplificador de uso profissional (PA), com um grande interruptor (push and pull) de liga e desliga, quatro botões giratórios de volume, chaves seletoras de fontes de sinal para cada canal e um pequeno visor de status.

Teclas mais discretas servem para o controle de reprodução (PLAY/PAUSE…), seleção de conectividade Bluetooth, SD Card, USB, além de FM e seis modos de equalização. Na outra extremidade do painel, mais duas teclas para o acionamento do microfone, incluindo sinal sonoro (gongo).

Já na traseira, uma entrada digital óptica e quatro entradas estéreo analógicas – todas com ajustes de volume, graves e agudos independentes – e saídas de áudio de níveis variável e fixo para expansão, ou conexão com caixas amplificadas e subwoofer ativo, para cada canal ou zona. Os bornes de caixas são do tipo parafusáveis para cabos de até 1,5mm.

O controle remoto incluso na embalagem do Slim 4500 à época do teste (recentemente a empresa decidiu substituir o acessório) é diminuto e bastante limitado, mas ajuda nos comandos básicos de reprodução e mudanças de fonte, entre BLUETOOTH, USB, SD, FM e LINE.

Multiroom com até 60 caixas

Em uma casa convencional não há viabilidade de um sistema com 60 caixas, mas em lojas, mercados, restaurantes, igrejas etc., geralmente é exigido aplicação desse tipo. No caso do Slim, é necessária a conexão em “paralelo” com cabos de pelo menos 1,5mm conectados entre cada canal e suas respectivas caixas, sempre respeitando os polos positivo e negativo.

É preciso verificar detalhes importantes relacionados à impedância (acima de 8 ohms para cada caixa) e potência resultante, para evitar danos; por isso esse tipo de instalação é indicado para profissionais especializados. Da mesma forma ocorre com a transmissão em “linha” de 70 ou 220 volts, que inclui transformador tronco para cada zona e trafos menores para as caixas (veja aqui como funciona).

Avaliação

A Frahm nos enviou oito caixas PS6 Plus, para que fossem usadas em quatro ambientes – um par para cada zona. É um modelo de corpo em ABS, para uso interno e externo (outdoor), com 28cm de altura, woofer de 6”, tweeter de 1” e suporte inclinável de parede. Como a PS6 Plus tem sensibilidade de 89dB e admite 60W, a potência musical do sistema parecia duplicada.

Durante um mês, o controlador ficou ligado praticamente o dia inteiro com funcionamento frio e constante. Ouvimos bossa nova (Maria Luiza), blues (Jamie Cullum) e até rock (Rolling Stones) sempre em flat, inclusive de modo independente por zona. Fontes conectadas às entradas digital óptica e analógicas RCA foram as que trouxeram som mais limpo e equilibrado.

Já quando na reprodução de pen drive com MP3 (256 Mbps) e smartphone (Spotify), via Bluetooth, distorções notáveis surgiam somente com o volume acima de 75%, o que raramente é praticado em som ambiente. Mesmo sendo o Bluetooth de versão mais antiga, o áudio era estável e falhas apenas com músicas transmitidas a partir de outro cômodo.

Fez falta um circuito de desligamento automático na ausência de sinal de áudio, assim como um controle IR mais efetivo, conector RS-232, ou RJ-45 para facilitar a operação por meio de automação. De qualquer forma, nos convenceu a boa pressão sonora produzida pelo sistema, capaz de atender espaços amplos e abertos por um custo bastante atraente.

Ficha técnica

Modelo: controlador de som ambiente Frahm Slim 4500
Potência: 480W total a 4 ohms, ou 120W distribuídos em 4 zonas
Conexões:  Bluetooth, 1 entrada digital óptica, 8 entradas de áudio estéreo, 1 USB, 1 SD Card, 8 saídas de linha (4 fixas e 4 variáveis), além de duas entradas (XLR e P2) e uma saída (P2) para microfone.
Consumo máximo: 685W (90 – 240V automático)
Dimensões (L x A x P): 43,7 x 6,2 x 26,5cm
Peso: 3,1kg
Fabricante: www.frahm.com.br
Garantia: 1 ano
Preço: R$ 2.083*

* Caixas acústicas PS6 Plus: R$ 670 (par).

htbest