Receiver Integra DRX-5: alta potência, THX e Dolby Atmos!

 O Integra DRX-5 foi o melhor receiver testado por nossa equipe em 2017. Apesar de não ser o top de linha da marca japonesa, esse modelo é um intermediário de respeito. A começar pela potência de 130Wx7, decoders Dolby Atmos e DTS:X, além do certificado THX Select2 Plus.

O gabinete robusto traz painel repleto de teclas para acesso às configurações, chaveamento de fontes de sinal, dezenas de modos surround para músicas, filmes e games e zonas (2 e 3). O visor informativo tem brilho atenuando em três níveis.

HDBASE T & ZONA 3

No total, oito entradas HDMI (uma frontal) de versão 2.0a, que aceitam sinal 4K na frequência de 60Hz com HDR e maior espectro de cores (BT.2020). E ainda duas saídas HDMI com possibilidade de transmissão de áudio e vídeo iguais ou distintos simultaneamente.

A Integra é pioneira em receivers com conexão HDBaseT, que permite usar um cabo par trançado de 70 a 100m para transmitir a uma segunda zona sinais de áudio, vídeo Full-HD (ou 4K), controle (IP, RS-232, IR e USB) e baixa voltagem – para alimentar receptor compatível.

O DRX-5 trabalha com conversor DAC separado para o Zone 2. A distribuição de áudio pode ser feita por meio de alimentação de caixas (ZONE 2 HIGH LEVEL) – mantendo assim o home theater em 5.1 –, saídas de linha (ZONE 2 / 3 LINE OUT) ou HDMI (ZONE 2 SUB).

Tudo é definido através do menu (SETUP), incluindo volume fixo e variável de som inicial e máximo para cada ambiente. Testamos todas as opções; na saída HDMI Zone 2, por exemplo, dá para compartilhar sinais 4K e áudio em estéreo.

APP & REDE (CABEADA)

O controle remoto é básico: não comanda Blu-ray player da marca e nem zonas sem precisar entrar nas configurações do menu, o que obriga o usuário a ir diretamente ao painel frontal do aparelho ou baixar o ótimo aplicativo Control Pro.

Esse app permite escolher fotos para ilustrar os três ambientes controlados e retransmite músicas reproduzidas por streaming. Para comandar o DRX-5 a partir de smartphone, ou transmitir músicas via AirPlay de um iPhone, deve-se conectá-lo à rede cabeada.

O fabricante não incluiu Wi-Fi (e nem Bluetooth) nos modelos mais sofisticados, por entender que estariam mais sujeitos à latência e interferências na recepção de formatos HRA (DSD, FLAC e AIFF) armazenados em servidor doméstico ou áudio lossless de serviços de streaming.

CHROMECAST

Os receivers Integra e Onkyo são os únicos no Brasil com tecnologia Chromecast Audio, tendo mais opções de serviços de streaming, como Google Play Music, Tidal, Deezer, Spotify, entre outros. E futuramente poderão ser comandados por assistente de voz.

Após atualização de 30 minutos, o DRX-5 com o Chromecast embutido se tornou um cliente Tidal, permitindo a reprodução de músicas em formato FLAC com qualquer um dos 10 modos surround ou estéreo (DIRECT).

AJUSTES 

No menu do DRX-5 é fácil entender as opções de upscaling para 4K, chaveamento de entradas, ganho (dB) para Dolby e DTS e LFE (baixas frequências), Loudness THX (controle de brilho nos agudos) e funções HDMI (CEC, ARC e passagem de sinal em standby), entre outras.

E também configuração de caixas para até sete formas de posicionamento em Dolby Atmos, biamplificação, crossover de 40Hz a 200Hz e equalizador de 15 bandas com memorização dos ajustes em três modos.

A calibragem automática AccuEQ regula balanço, atraso e crossover dos canais e, se o usuário preferir, inclui ou não a equalização das frontais. A tecnologia AccuReflex alinha a fase de todos os falantes, para uma reprodução homogênea nas trilhas baseadas em objetos.

DESEMPENHO

Feita a calibragem, alteramos apenas o corte do crossover nas frontais torres de 60Hz para FULL BAND, para a passagem de toda a banda de frequências. A ideia era conhecer melhor o amplificador e sua capacidade de corrente de 40 ampéres.

Foram horas de audições até que no disco Tchaikovsky 1812, da Cincinnati Pops Orchestra (SACD Telarc) notamos a força e agilidade do DRX-5 nos transientes mais intensos, sobretudo na Abertura nos famosos tiros de canhão.

Com a coletânea The Super Audio Collection & Professional Disc (DVD-Audio Chesky), mesmo sem estimular toda a dinâmica de graves das torres de referência, surpreendeu o equilíbrio sonoro em alto volume, com destaque para o palco tridimensional na faixa Brick House, de Sara K.

Em seguida, avaliamos o desempenho em Dolby Atmos com Esquadrão Suicida (Blu-ray): grande impacto em todas as caixas, incluindo as verticais (no teto). Em diversos momentos, tínhamos a sensação de que cairiam chuvas e helicópteros sobrevoariam nossa sala.

E mesmo com o volume quase no máximo, o Integra não apresentou distorções audíveis e ainda trouxe para o nosso espaço, de 20m2, o incrível potencial de imersão e espacialidade da trilha Dolby Atmos.

FICHA TÉCNICA

Receiver de 7.2 canais Integra DRX-5
Potência: 130Wx7 (20Hz – 20kHz, distorção harmônica total de 0.08% quando medido em 2 canais a 8 ohms)
Dimensões (L x A x P): 43 x 20 x 39cm
Peso: 14kg
Garantia: 1 ano
Preço sugerido: sob consulta
Fabricante: IntegraHomeTheater.com
Distribuição no Brasil: SomMaior.com.br

* Texto originalmente publicado na revista HOME THEATER & CASA DIGITAL n° 257. Para ver a matéria completa, baixe agora a edição digital.

htbest

htbest

%d blogueiros gostam disto: