Qual o melhor tipo de subwoofer?

Por redação Home Theater & Casa Digital

Diante de diversas opções e estilos de subwoofers à venda no mercado, uma das dúvidas mais comuns de quem vai comprar um modelo é sobre o tipo mais adequado para a sua sala: front-firing (imagem ao lado) ou down-firing? Com um ou dois falantes?

Tanto as caixas com woofer à frente do gabinete (front-firing) quanto aquelas com falante voltado para baixo (down-firing) podem ser utilizados com excelentes resultados. Tudo depende da qualidade do seu projeto, do amplificador interno e do seu gabinete.

Embora não seja o ideal quando se busca melhor desempenho nos graves, subwoofers do tipo front-firing podem ser instalados dentro de um móvel, desde que a caixa fique em contato direto com o piso (falso) ou sobre uma pedra de granito ou mármore.

Já os do tipo down-firing (imagem ao lado) têm a vantagem de oferecer maior liberdade de posicionamento, porém fora do móvel. Contudo é bem mais fácil encontrar um local na sala para um down-firing, a fim de obter o melhor impacto e propagação de ondas.

Quanto aos modelos com o chamado radiador passivo (imagem abaixo), na verdade um cone de woofer sem o conjunto magnético para impulsioná-lo, é usado para reforçar os graves em uma determinada faixa de frequências.

Isso acontece quando os baixos produzidos pelo woofer normal do sub atingem a frequência de ressonância do radiador passivo, fazendo com que este se desloque para frente e para trás como se fosse um woofer normal.

Assim como nos subs down-firing e front-firing, modelos com radiador passivo podem ser muito bons, desde que projetados com competência. Conclusão: nada como um teste de audição para escolher um bom subwoofer, independente de sua técnica de construção.

htbest

htbest

%d blogueiros gostam disto: