GloboPlay vai abrir para filmes e séries fora da Globo

Lançado inicialmente apenas para distribuir conteúdos das empresas do grupo, o serviço GloboPlay  está aos poucos passando por transformações. Uma delas é a inclusão, a partir de agora, de filmes, séries e atrações adquiridas junto a outros fornecedores, nacionais e internacionais, para atrair mais assinantes.

As informações foram prestadas nesta terça-feira, em São Paulo, pelo diretor executivo do GloboPlay, João Mesquita, durante o PayTV Fórum, onde participou de um painel sobre o segmento de OTT (over-the-top) e seu impacto sobre a TV por assinatura. Sem mencionar diretamente o Netflix, maior serviço VoD do mundo, que  lidera o mercado brasileiro, Mesquita afirmou que o Grupo Globo decidiu aproveitar a base atual de usuários do GloboPlay (aproximadamente 20 milhões) para criar um novo serviço de VoD baseado em assinaturas.

“GloboPlay foi lançado com dois objetivos: ser um catchup da programação da TV Globo e oferecer conteúdos originais exclusivos”, disse Mesquita ao público do evento, basicamente executivos do setor e especialistas em televisão e novas tecnologias. “Mas o serviço está mudando aos poucos, adaptando-se às transformações do mercado e do consumidor. Até dezembro, teremos muitas outras novidades”, antecipou.

Entre elas, destaca-se a oferta de filmes e séries internacionais, adquiridos de produtoras independentes na Europa, América do Norte e outras regiões. Algumas atrações já confirmadas são Handmade’s Tale, The Good Doctor The Big Bang Theory. “Estamos negociando muita coisa, mas é certo que iremos ampliar muito a oferta para somar aos conteúdos originais do Grupo Globo e dos canais Globosat”, promete Mesquita.

O executivo admitiu que a Globo está entrando atrasada nesse mercado, mas disse confiar na força da marca que é líder em todos os segmentos onde atua. “Não temos preocupação com a tecnologia, esse não é o problema. A questão é combinar tantas plataformas diferentes, conteúdos de diversas fontes e todos os modelos de contrato para cessão de direitos”, disse ainda Mesquita.

FONTE: HOME THEATER & CASA DIGITAL

Temas relacionados:

Consumo de vídeo sob demanda cresce 248% no Globosat Play
Vídeo: Semp TCL mostra TVs Android com tecla Globo Play
Globosat prepara serviço de filmes para concorrer com Netflix
Artigo: a Globo e seu futuro no streaming

htbest

htbest